o que guardo no baú / by Rita Pinheiro

4.jpg

Casal de Alentejanos

Estes dias em que tenho estado por casa têm sido produtivos em muitos aspectos. 
Tenho andado bastante entretida a deambular, ao acaso, pelo meio do meu baú (aka arquivo fotográfico de trabalho). Neste andar a ver sem propósito acabei por encontrar muitos bonecos de que já não me lembrava, e fiquei muito contente ao perceber que continuo a gostar de quase todos. 
Olhar para trás, para o trabalho feito, ajuda a pensar com mais clareza, a distinguir o importante do acessório e a traçar objectivos para o futuro.

.................................................................................................................................

These days at home have been productive in many ways.
I've been quite busy wandering at random through my work files. In this floor without purpose I found many dolls that I no longer remembered, and I was very happy to realize that I still like almost everyone.
Looking back at the work done sometimes helps you to think more clearly, to distinguish the important from the accessory, and set goals for the future.