as botas do capuchinho vermelho / by Rita Pinheiro

Esta boneca regressou às minhas mãos para fazer novas roupas, depois de muitas e muitas brincadeiras (como não é de vestir e despir não foi possível fazer nova toilette à distância).

Para completar, fiz-lhe umas botas, como as faço todas últimamente, desde que a Maria teve a generosidade de me comprar e enviar sorrubeco. Já conhecia burrel, que adoro, mas nunca tinha experimentado sorrubeco, nem conseguia perceber muito bem qual a diferença entre eles. Agora percebo e encantam-me ambos. Talvez para mim a vantagem do sorrubeco seja a espessura - ao tacto parece ser ligeiramente menos espesso que o burrel, aquele que conheço, logo, mais fácil de trabalhar coisas pequenas