O verde e eu (divagação de uma pessoa a precisar de férias) / by Rita Pinheiro

Tinha prometido a mim mesma evitar, a todo o custo, comprar mais roupa em tons de verde, resisti... mas não venci. O vestido, desta cor lindíssima, de que não sei o nome (nunca sei o nome das cores) acabou vindo comigo - A minha desculpa é que é quase azul.

Já em casa, ao vesti-lo, vendo o contraste com a minha pele, lembro-me que o ano passado não fiz praia. Ohohoh! Saudades, saudades, saudades...

(translation)